Correções e juros
Mercado Imobiliário

Correções e juros na compra de um lote

As correções e juros que envolvem a compra de um lote podem gerar muita confusão para os compradores.

Muitos só se dão conta de correções e juros no acúmulo anual, podendo até desistir da compra. Por isso, recomendamos se informar ao máximo sobre todos os pormenores envolvendo taxas.

Um financiamento com valor mais alto do que o previsto pode colocar todo o planejamento por água abaixo. Neste artigo vamos esclarecer algumas dúvidas frequentes para você não ter surpresas futuras!

O que analisar antes de comprar um lote?

Antes de bater o martelo, é preciso se certificar sobre o preço do produto, os acréscimos legalmente previstos, número e periodicidade das prestações, total a pagar com e sem financiamento e montante dos juros de mora e da taxa efetiva anual de juros. Estas informações devem ser fornecidas previamente, para manter a clareza da transação e dar ao cliente a possibilidade de questionar, negociar e avaliar a compra.

 É legal cobrar correções e juros?

Aqueles lotes com preços muito atrativos merecem uma atenção especial. Preços econômicos sem mencionar a taxa de juro mensal pode, por exemplo, ser um risco. Quando isso acontece, é possível que atinja níveis prejudiciais à renda familiar.

A prática da cobrança de juros não é ilegal, mas é dever da incorporadora deixar claro para os clientes que ela existe. Na dúvida, leia as entrelinhas do contrato, tire dúvidas com corretores, advogados até ter certeza das especificações. Se você está informado poderá pelo menos calcular o investimento total já com os juros.

Quais são os acréscimos legalmente previstos?

O comprador já deve contar com acréscimos do INCC (Índice Nacional da Construção Civil) e o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), que funcionam como índices de correção. O INCC é um reajuste feito de acordo com a variação dos valores de materiais de construção e o salário pago aos trabalhadores responsáveis por ela. Ele é calculado todos os meses pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e divulgado.

O IGM-P é utilizado quando os financiamentos são feitos diretamente com a construtora, ou seja, quando não utilizam recursos de instituições financeiras. Este índice é o indexador que corrige os valores das prestações após o imóvel já pronto.

Mas atenção, a correção monetária não deve ser confundida com os juros! A primeira tem o objetivo de recuperar os efeitos da inflação. Já os juros são uma condição imposta, como se fosse uma quantia a ser paga pelo dinheiro emprestado.

Pode ser algo complicado a princípio, mas não pule etapas na hora de comprar um lote. A análise é o que irá garantir que você de fato pode fazer o investimento sem desistir no meio do caminho.

Agora que você já sabe como funcionam estes índices, veja como se planejar financeiramente para investir em lote.

E assista o vídeo que o diretor da Lotenet Deni Lamb preparou exclusivamente para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *