Êxodo urbano
Cidades e Bairros

Êxodo Urbano: o primeiro motivo para vender lotes

Êxodo urbano, ao contrário do êxodo rural, é o movimento de migração de grandes cidades para cidades menores. Em outras palavras, é o processo contrário ao realizado no Brasil nas décadas de 1950 e 1960. Naquele momento, era comum a saída do interior para realizar atividades pessoais e profissionais nas capitais. Isso acontecia devido a maior oportunidade de chances, e a partir deste movimento, se formaram os grandes centros urbanos. Contudo, nas duas últimas décadas, o sentido contrário ganha cada vez mais adeptos. Nesse artigo, vamos entender sobre o êxodo urbano e como ele se relaciona na compra e na venda de lotes.

Êxodo urbano se inicia na busca de qualidade de vida melhor

O principal fator na migração para cidades menores está na busca de melhor qualidade de vida. Foi-se o tempo em que as capitais concentravam todos os benefícios relacionados à renda e emprego. Hoje, é possível ver, por exemplo, que cidades de médio porte, ainda próximas a grandes centros urbanos, aliam renda e comodidade.

Aliás, dados indicam que este movimento tende a crescer em escala global, e irá se beneficiar da retomada do crescimento econômico. Um ótimo exemplo é a comparação da década de 90 com os últimos 10 anos. Se antes a saída de áreas rurais compreendeu 4 milhões de pessoas, agora este número é a metade. Ou seja: cidades menores voltaram a ser mais atraentes. E vamos explicar o porquê.

Antes disso, veja o vídeo que preparamos para você sobre o assunto.

As principais causas do êxodo urbano está nos problemas estruturais das cidades grandes

Grandes cidades, em geral, compreendem também grandes problemas. E dentre eles, alguns são essenciais para se considerar. Exemplo disso são os altos índices de violência, a poluição sonora, visual e do ar, a dificuldade de mobilidade urbana e o alto custo de vida. Além disso, há novos formatos de trabalho (home office ou co-working) que dispensam a necessidade de se estar em centros urbanos maiores.

Importante também citar que zonas fronteiriças às capitais estão crescendo organizadamente, apoiada em dois fatores: espaço para zoneamento urbano e proximidade com serviços essenciais. Por exemplo, o Vetor Norte de Belo Horizonte, que hoje abriga a Cidade Administrativa, o Aeroporto além de fábricas de grande porte e empresas. As vantagens de possuir um lote ou construir nestas proximidades, foram abordadas neste outro artigo.

Quem busca cidades menores quer um retorno às origens

Dito dessa forma, a frase pode soar apenas poética. Mas essa foi a afirmação feita pelo portal Planet Nomad quando elencou os motivos do êxodo urbano.

Em outras palavras, a importância do contato com a natureza, uma relação mais próxima com as pessoas e um custo de vida mais acessível estão sendo levados em conta.

Especificamente em Minas Gerais, os atrativos das cidades menores ainda ganham contornos mais encantadores. As comidas, a simpatia do povo e a cordialidade interiorana convive pacificamente com a pluralidade de serviços.

A Lotenet é sua porta de entrada para negociar lotes bem localizados

E agora que você conhece um dos motivos do êxodo urbano, chegou a hora de conhecer mais da Lotenet

Nós somos o primeiro e único portal exclusivo de vendas de lotes do Brasil. E totalmente alinhado às novas tendências, unimos a cultura de venda online com localizações incríveis. Desta forma, é possível reunir clientes, loteadoras e corretores em um só lugar e oferecer a tranquilidade de cidades metropolitanas com serviços essenciais em todas suas proximidades.

Clique em um dos ícones abaixo e entre em contato com um dos nossos consultores.

E para a próxima semana, teremos o segundo motivo para vender lotes: escassez dos terrenos para verticalização.

Consideramos que este é um momento passageiro porém que requer cuidados e informação. 

Whatsapp: Êxodo urbano
Facebook: Êxodo urbano
Linkedin: Êxodo urbano
Youtube: Êxodo urbano
Instagram: Êxodo urbano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *